PARA A EDUCAÇÃO

sabe que Governar é planejar o futuro. E que projetar o futuro é investir fortemente na educação, preparando para a vida e para o trabalho milhares de crianças e adolescentes. Eduardo pretende, nos próximos quatro anos, colocar o Rio de Janeiro entre os três estados com os melhores Índices de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) do Brasil. Para isso, ele vai resgatar a qualidade de ensino no estado, reduzindo as taxas de abandono escolar e de reprovação e corrigindo distorção idade/série.


Veja as metas

  • 1

    Aumentar o orçamento da educação, a partir da recuperação financeira do estado, e priorizando o investimento e recursos em educação, saúde e segurança.

  • 2

    Implementar o Programa “Ensino Médio do Amanhã” um novo conceito de escola mais conectada às novas tecnologias, à linguagem e universo dos jovens, e às necessidades do mercado de trabalho, que desperte o interesse dos alunos no aprendizado, gere oportunidades e evite a cooptação pelo crime organizado ou pelo vício das drogas.

  • 3

    Estar entre os três melhores IDEB do Ensino Médio no Brasil até 2022 e reduzir o percentual de distorção idade/série da rede pública estadual em 20% no Ensino Médio.

  • 4

    Estabelecer um programa para recuperar as universidades públicas estaduais e para incorporar as FAETECs ao novo modelo pedagógico do ensino médio, a partir de um modelo trainee de desenvolvimento de habilidades e de competências do século XXI para o ingresso no mundo do trabalho.

  • 5

    Garantir que todas as crianças tenham condições básicas de desenvolver seu potencial, especialmente as de famílias mais humildes, em um programa integrado de Primeira Infância que integre as políticas das áreas de saúde, assistência e educação.

  • 6

    Estabelecer uma grande parceria com os municípios para ampliar significativamente a oferta de vagas na educação infantil e buscar promover o crescimento do ensino em tempo integral no ensino fundamental do estado.

  • 7

    Melhorar o plano de cargos e salários dos professores da rede pública estadual, valorizando o corpo docente, e implementar melhorias nas suas condições de trabalho com a introdução de mecanismos de meritocracia que visem melhorar progressivamente o aprendizado dos alunos.

  • 8

    Replicar o sucesso de boas práticas como o Programas de Intervenção Pedagógica, de Minas Gerais, e Alfabetização na Idade Certa, do Ceará.

  • 9

    Criar a Escola de Formação de Professores - "Professor do Amanhã” com foco na capacitação e aprimoramento contínuo dos professores das escolas.

  • 10

    Criar a Academia de Liderança para Diretores - “Líderes Fluminenses da Educação” visando garantir autonomia e melhor capacidade gerencial para as nossas diretoras.

  • 11

    Reestruturar as a infraestrutura das escolas, os equipamentos e recompor as equipes de pessoal da rede educacional.

  • 12

    Criar o Programa “Jovem Global”, para reforçar o ensino de inglês para os jovens da rede estadual com o objetivo de prepará-los para o mercado de trabalho internacionalizado, além de desenvolver um programa de intercâmbio com outras redes estaduais e com outros países para estimular a troca de experiências entre os jovens.

Baixe todas as propostas