Desenvolvimento regional
29/08/2018

Vamos investir nas vocações econômicas e turísticas das cidades do interior do estado

Em viagem a cidades das regiões Serrana e Noroeste do Rio, nesta quarta-feira, o candidato ao governo do Estado, Eduardo Paes, defendeu a necessidade de investimentos por parte do poder público nas vocações econômicas de cada cidade fluminense, como forma de aquecer a economia, gerar emprego e renda para a população. Segundo Paes, que pela manhã visitou Aperibé, São Sebastião do Alto e Santa Maria Madalena, cada município tem peculiaridades econômicas, geográficas e turísticas que podem ser exploradas. Em Santa Maria Madalena, Paes citou, por exemplo, o Parque Estadual do Desengano, Unidade de Conservação que abrange os municípios de Madalena, Campos dos Goytacazes e São Fidélis, que poderia ser mais explorado pelo turismo dos esportes radicais. Ao defender seu ponto de vista, Paes citou ainda Nova Friburgo, e seu pólo de moda íntima.

_ Temos que identificar as vocações econômicas de cada região do estado. O Centro-Norte do Estado do Rio tem Nova Friburgo e seu pólo de moda íntima muito fortalecido. Madalena tem todo um potencial turístico com o Parque do Desengano e os esportes radicais que se pode praticar aqui, além de toda a natureza e a beleza (do parque). É fundamental o apoio do governo do estado pro interior, para desenvolver essas vocações econômicas e permitir a geração de emprego, renda e riqueza na própria região _ disse Paes em caminhada pelas ruas de Santa Maria Madalena. _ É obrigação do estado dar reforço, viabilizar e permitir que a região se desenvolva.

Paes voltou a afirmar que, se eleito, irá circular muito pelas cidades do Interior do Rio, sendo um “governador presente”, assim como fez na prefeitura da Capital. Segundo o candidato do Democratas, o Estado tem um papel muito importante de apoiador das ações das prefeituras e “quando o governo do estado vai mal, o Interior sofre mais”.

_ As prefeituras do Interior precisam muito mais do apoio do governo do estado, precisam das coisas funcionando. Eu tenho rodado pelo Interior já há algum tempo. Hoje estou em Madalena, toda essa região norte da Serra, e vamos até Friburgo. Os prefeitos precisam de respaldo às ações deles. Eles têm muitos problemas na área da Saúde, nas estradas vicinais. Falta apoio do DER, as estradas na região estão muito mal. Os prefeitos têm que cumprir com as obrigações deles e com as obrigações que também são do estado. E isso só piora ainda mais a vida dos prefeitos _ disse Paes.

O candidato complementou ainda que, no período de pré-campanha, ouviu de muito prefeitos do Interior relatos de dificuldades por conta da falência do estado.

_ A ausência do estado, a falência do estado têm gerado uma série de problemas para as prefeituras. Eu vou trabalhar em parceria com os prefeitos do Interior. Vou ser um governador como fui quando estava na Prefeitura do Rio. Fui um prefeito presente e vou ser um governador presente, que vai andar muito por aí para a gente dar solução para os nossos problemas.

Na parte da tarde, Paes visitou Trajano de Moraes e  Macuco. Ele ainda passará por Cordeiro, Duas Barras, Bom Jardim e Nova Friburgo.