Saúde
07/09/2018

Nosso compromisso com a segurança pública, economia e saúde da baixada

O candidato ao governo do Estado do Rio, Eduardo Paes, dedicou a quinta-feira a caminhadas em cidades da Baixada Fluminense, onde reforçou seus compromissos com a recuperação econômica, a segurança pública e a retomada dos serviços essenciais em Saúde da região. Ao longo de todo dia, Paes percorreu as ruas de Queimados, Japeri, Engenheiro Pedreira e Austin, em Nova Iguaçu. Pelo caminho, ouviu eleitores e voltou a falar de suas iniciativas para a Baixada. Paes ressaltou o momento econômico de Queimados que, a despeito da crise geral, conseguiu atrair empresas e gerar empregos. Segundo o candidato do Democratas, é preciso agir de maneira pró-ativa para que a experiência local possa ser ampliada, como forma de ajudar na recuperação do estado.

_ Queimados tem sido um exemplo de lugar que trouxe empregos, que trouxe empresas. A gente precisa trazer isso para toda Baixada. A Baixada vai ser uma prioridade no meu governo. É uma das áreas que mais precisa de investimento. Tenho feito questão de andar por aqui e assumir compromissos com a Baixada _ disse.

Paes reforçou sua defesa em favor de melhorias na área da Segurança Pública, numa região que tem pouco efetivo policial e poucos batalhões, na avaliação do candidato. Na área da Saúde, Paes disse que vai trabalhar em parcerias com os municípios.

A gente precisa aumentar efetivo da polícia aqui. Tem muito pouco batalhão, muito pouco policial, muito pouca segurança. Nós vamos trabalhar em parceria com os prefeitos para ajudá-los na saúde. O estado está aplicando metade do que teria que aplicar na saúde. Os prefeitos estão tendo que bancar sozinhos as UPAs, as clínicas da família, atenção básica e hospitais. O estado tem essa obrigação. Segurança, saúde e emprego são prioridades no meu governo.

Questionado sobre a violência na região _ Queimados registrou, em 2016, a maior taxa de mortes violentas do Brasil, quase 135 para cada 100 mil habitantes, e em 2017 foram 162 assassinatos, um a cada dois dias na área _ Paes disse que recuperar a paz nas ruas do Rio será um compromisso de seu governo.

Aqui falta polícia. Quando você olha pra Baixada, Queimados, Japeri, o índice de homicídios por cem mil habitantes, é absurdo. Quando você olha para o efetivo policial na Baixada, é um escândalo. Primeira coisa na Baixada é aumentar o efetivo. Aqui precisa aumentar efetivo. As pessoas fazem muito a comparação com a UPP da Rocinha e a Zona Sul. Eu acho que não é que na Zona Sul e na UPP Rocinha tenham muito. Aqui é que tem de menos. A Baixada Fluminense precisa de aumento de efetivo. De mais homens. Se olhar a realidade dos batalhões que trabalham aqui é uma realidade completamente absurda.