Educação
10/09/2018

Compromisso com ações para Saúde e Educação na Região Metropolitana

O candidato ao governo do Estado do Rio, Eduardo Paes, visitou, neste domingo, cidades da Região Metropolitana em mais um dia de campanha. Nas visitas, Paes reafirmou seu compromisso de, se eleito, trabalhar em parceria com todos os prefeitos do estado para recuperar a economia e os serviços básicos à população. Paes visitou Duque de Caxias e Guapimirim, onde fez caminhadas. Em Guapimirim, Paes disse considerar absurda a situação de muitos prefeitos, que estão tendo “que carregar o piano” porque estão assumindo compromissos do governo estadual.

_ Conversei com os 92 prefeitos do estado. É um absurdo o que está acontecendo. Os prefeitos estão tendo que carregar o piano sozinhos. Têm que cumprir com as obrigações deles e ainda têm que fazer as obrigações do governo do estado _ disse.

Paes lembrou que os prefeitos são a linha de frente do atendimento à população e, por isso, são a caixa de ressonância das necessidades de cada região.

_ Quem resolve ou não resolve os problemas são os prefeitos. E a gente vai trabalhar com os prefeitos. Eu vou trabalhar lado a lado com os prefeitos para que a gente possa implementar as políticas que esse estado merece.

O candidato do Democratas lembrou de suas realizações como prefeito do Rio por oito anos:

_ Quando a gente está num processo eleitoral, os candidatos dizem coisas muito parecidas. Quando a gente teve a oportunidade de fazer, quando o povo me concedeu o mandato, a gente foi lá e fez. A gente deu solução para os problemas da cidade do Rio de Janeiro, melhorou a vida das pessoas, a cidade avançou. Quando o estado estava um caos, quando o Brasil já tinha quebrado, em 2015 e 2016, a prefeitura tinha recurso suficiente para pagar as suas contas e ainda emprestar para o governo do estado.

Em Duque de Caxias, Paes reafirmou seu compromisso com a recuperação da Baixada. O candidato do Democratas adiantou que pretende ajudar os prefeitos sobretudo nas áreas de Atenção Básica na Saúde e na ampliação do Ensino Fundamental, tarefas que não são atribuições do estado, mas que ele considera essenciais. Sobre a Segurança Pública na região, Paes disse que conter a escalada da violência será fundamental para atrair empresas e gerar empregos.

_ Se a gente não der solução para a Região Metropolitana do Rio, se não descobrir e desenvolver as vocações dos municípios, você dificilmente conseguirá ter um estado desenvolvido. A Baixada tem cerca de 4 milhões de pessoas. Uma população muito grande e uma economia forte. Que está, infelizmente, insegura.Os índices de violência na Baixada são inaceitáveis e inacreditáveis. Falta efetivo policial aqui. A relação policial por cidadão é baixíssima. A gente não pode aceitar. A gente vai aumentar o efetivo e melhorar a segurança aqui. Tem que gerar emprego aqui. Acertando a segurança, a gente consegue trazer muitas empresas para cá. E o estado retoma o seu crescimento.